Diferenças entre Venture Capital e Venture Builder

Confira as diferenças entre Venture Capital e Venture Builder

Mais novo no mercado, o modelo de Venture Builder, ou Fábrica de Startups, está sendo visto como uma alternativa aos fundos de Venture Capital (capital de risco) tradicionais. Você sabe as diferenças entre Venture Capital e Venture Builder?

As Venture Builders são focadas no desenvolvimento de Startups em Early Stage (estágio inicial), ou seja, que ainda estão somente na ideia ou desenvolvendo seus primeiros Produtos Mínimos Viáveis (ou MVPs, na sigla em inglês). Nesse tipo de estágio, as Startups ainda não têm um modelo de negócios bem definido, não conhecem seu público alvo, e ainda não têm total domínio das tecnologias que utilizam.

Para auxiliar a Startup a desenvolver seus negócios em uma fase inicial, as Venture Builders promovem um acompanhamento muito próximo da operação das startups, oferecendo serviços auxiliares, como serviços contábeis, jurídico, vendas e marketing e uma ponte com o mercado, em busca de parceiros, clientes e mentores. Além disso, é papel da Venture Builder acompanhar os empreendedores no direcionamento estratégico e na construção dos planos de ação para o alcance dos objetivos planejados.

Já os fundos de Venture Capital, costumam focar em Startups em um estágio de desenvolvimento mais avançado, com MVPs já testados e validados no mercado, ou mesmo produtos em Scale-up (crescimento mais acelerado), em que a maior demanda das empresas é a de caixa para manter as operações funcionando. 

Na fase de Scale-Up, as Startups costumam buscar novas contratações, aprimoramento de suas tecnologias e mais conexões com o mercado. Nessa fase, o mais importante é o capital necessário para manter as operações rodando, e em crescimento acelerado. Startups em Scale-Up costumam já ter seus processos internos desenhados e uma equipe de gestão capaz de realizar as operações da empresa. O papel do Venture Capital é de abastecer o tanque das Startups, que queimam o combustível de capital para ganhar maior velocidade no mercado, e não mais acompanhá-las no desenvolvimento de seus produtos.

O investimento das Venture Builders, muitas vezes, precede a entrada das firmas de Venture Capital. Ou seja, as Venture Builders conseguem modelar os negócios das startups, garantir que as equipes consigam trabalhar com energia para tracionar os seus produtos ou serviços, e uma vez que a startup esteja em processo de consolidação no mercado, em que precisa de dinheiro em caixa para acelerar suas operações, ocorre a venda para os fundos de Venture Capital, que irão suprir a demanda por capital das startups. O exit (venda ao mercado) dos fundos de Venture Capital ocorre para outros fundos de VC, firmas de Private Equity, ou até mesmo em bolsas de valores, quando há a necessidade de novas rodadas de captação de investimento.

Siga a FCJ Venture Builder nas redes sociais e fique por dentro de tudo do ecossistema de startups. 

Instagram

Linkedin

Facebook

Related Posts

Deixei seu comentário