Por que investir em startups?

Você já pensou em investir em startups? Essas empresas têm como característica o seu enorme potencial de crescimento, grande inovação, aplicação de tecnologia de ponta e fácil replicabilidade. Aliado a isso, elas trazem grandes promessas, buscando revolucionar drasticamente o mercado (produtos e serviços) que conhecemos hoje.

Para o matemático inglês e sócio-fundador da plataforma de equity crowdfunding Eqseed, Greg Kelly, o cenário é altamente favorável para esse tipo de investimento: startups ou pequenas empresas. É que diferente das grandes corporações que, por conta do tamanho, não conseguem se movimentar com tanta facilidade, os pequenos são mais ágeis e podem apresentar crescimento acima da média.

Sabendo disso nós da FCJ Venture Builder criamos uma lista com 3 motivos para você começar a investir hoje em startups:

PROMOVER SOLUÇÕES QUE VOCÊ QUER QUE EXISTAM

Você já ficou insatisfeito com as opções de produtos e serviços disponíveis? Visitou outro país e descobriu um produto ou empresa com serviço incrível e pensou: “por que isso não existe no Brasil?”

Sabia que você pode fazer algo sobre isso? Esses produtos e serviços existem lá fora porque há empresas que os fornecem. Muitas dessas empresas existem justamente porque conseguiram captar o investimento necessário para crescer e se estabelecer.

Aqui no Brasil, muitas empresas que possuem ideias de produtos e serviços inovadores não conseguem alcançar um tamanho suficiente e desenvolvê-los pela falta de acesso a capital no País.

Portanto, o investimento é de suma importância para o desenvolvimento e crescimento destas empresas. Quando uma startup faz um produto ou serviço que você acha que deveria existir, você não tem que ficar do lado “na torcida”. Investir em startups é uma maneira de fazer acontecer empresas que você quer que existam.

INVESTIMENTO COM GRANDE POTENCIAL A LONGO PRAZO

A meta básica de todo investidor é ganhar um retorno acima de inflação. Mesmo assim (e com o cenário atual) atingir essa meta pode ser mais difícil utilizando as opções tradicionais. Com poucos mil reais é possível investir em uma startup. Se ela der certo, os lucros podem multiplicar o seu investimento inicial no longo prazo. Isso leva pelo menos cinco anos para ocorrer e depende do desenvolvimento da empresa e das rodadas seguintes de investimento. O importante é assegurar que o investidor sempre tenha preferência de participar nas rodadas seguintes de investimento.

TENDÊNCIA DE ENTRADA DE CAPITAL ESTRANGEIRO NO BRASIL

Recentemente a Sofbank fez um aporte de R$1 Bilhão em ações do Banco Inter. A Nubank recebeu um aporte de US$400 milhões da TCV, dos Estados Unidos, que já possui participação em empresas gigantescas do Vale do Silício, como Facebook, Netflix e Airbnb.

Essas foram as primeiras vezes que este dois fundos investiram em empresas da América Latina, valorizando o cenário atual de startups brasileiras e chamando atenção de outros fundos de investimento do mundo inteiro. A tendência para os próximos anos é aumentar a entrada de investimento estrangeiro em Startups no Brasil.

Quer aprender mais sobre investimento-anjo, ecossistema de startups, inovação e muito mais? Conheça o nosso curso Jornada do Investidor-Anjo e veja o que precisa saber antes de investir em startups.

Siga a FCJ Venture Builder nas redes Sociais!

Instagram
Linkedin
Facebook

Related Posts

Deixei seu comentário