Fortune Venture nasce com objetivo de impulsionar negócios de Impacto Social e da Indústria 4.0

A revolução tecnológica está transformando todos os setores da economia mundial. Isso não é diferente com a Indústria 4.0 e com os negócios de Impacto Social. Diante desse cenário de inovação, surge a primeira Venture Builder focada nessas duas áreas: a Fortune. A novidade foi lançada no dia 1º de outubro, no Espaço Varejo Inteligente, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH).

A Fortune tem como proposta a seleção contínua de startups que atuam nesses segmentos. Atuando como uma fábrica de startups, oferece a elas infraestrutura, know-how, acesso a canais de mercado, rede de mentores, modelagem de negócios, serviços contábeis e jurídicos, além de suporte nas áreas de marketing, vendas e produto.

A venture builder apoia negócios escaláveis em suas fases iniciais, além de solucionar a dor do investidor-anjo de selecionar e investir de forma isolada. Com a Fortune, investidores terão o risco diluído nas empresas que fazem parte do portfólio.

Acesse e conheça: https://www.fortuneventures.com.br.

Experiência

A Fortune Venture Builder é um licenciamento autônomo da FCJ Participações S.A., que há 5 anos opera no ramo de Venture Builder e possui forte know-how e processos já validados.

Além da FCJ, a iniciativa conta com o Grupo TCS, que possui mais de 16 anos anos de experiência no segmento industrial e profundo envolvimento em atividades de impacto socioambiental. Parceiros dessa envergadura fazem com que a proposta de valor da Fortune Ventures seja relevante, abrangente e assertiva.

Venture Builders

As venture builders, também chamadas de “fábrica de startups”, são organizações que desenvolvem empresas escaláveis, utilizando as metodologias lean startups, compartilham infraestrutura, serviços de marketing, vendas, jurídicos, contábeis, mentoria e governança corporativa para que os empreendedores possam focar na essência dos seus negócios.

Indústria 4.0

Na Indústria 4.0, ocorre uma completa descentralização do controle dos processos produtivos e uma proliferação de dispositivos inteligentes interconectados, ao longo de toda a cadeia de produção e logística.

Tornar a Indústria 4.0 uma realidade implicará a adoção gradual de um conjunto de tecnologias emergentes de TI e automação industrial, na formação de um sistema de produção físico-cibernético, com intensa digitalização de informações e comunicação direta entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas; ou seja, a tão famosa Internet das Coisas (IoT). Esse processo promete gerar ambientes de manufatura altamente flexíveis e autoajustáveis à demanda crescente por produtos cada vez mais customizados.

Impacto Social

Negócios de impacto social são iniciativas financeiramente sustentáveis, com viés econômico e caráter social e/ou ambiental, que contribuam para transformar a realidade de populações menos favorecidas e fomentem o desenvolvimento da economia nacional.

Related Posts

Deixei seu comentário